Mapa do Site

Como Chegar

EPPN DF 005 - Núcleo Rural do Córrego Urubu - SMLN Trecho 1 - Chácara 66

Lago Norte - Brasília - DF - CEP: 71.540-010

AÇÕES INTEGRADAS PARA RECUPERAÇÃO

E CONSERVAÇÃO DAS NASCENTES

Um rio nasce como nós, pequenino e indefeso. Água nascente que vem das funduras da terra e corre feito córrego, cachoeira, água de remanso, ribeirão que vai se juntar a outros rios-riachos até encontrar o mar. Só morre se a gente desmatar suas margens, jogar esgoto, lixo doméstico e industrial. Uma das formas de impedir isso é preservar, proteger e recuperar as nascentes, que têm outros nomes como olho d’água, mina d’água, fio d’água, vereda, cabeceira e fonte. Elas surgem em certos locais da superfície do solo, são fáceis de se achar no meio rural e até mesmo dentro das cidades. 

Onde começa um rio? O que é uma nascente? 

​​Um rio nasce como nós, pequenino e indefeso. Água nascente que vem das funduras da terra e corre feito córrego, cachoeira, água de remanso, ribeirão que vai se juntar a outros rios-riachos até encontrar o mar. Só morre se a gente desmatar suas margens, jogar esgoto, lixo doméstico e industrial. Uma das formas de impedir isso é preservar, proteger e recuperar as nascentes, que têm outros nomes como olho d’água, mina d’água, fio d’água, vereda, cabeceira e fonte. Elas surgem em certos locais da superfície do solo, são fáceis de se achar no meio rural e até mesmo dentro das cidades. 

Baixar Cartilha: Mapeamento das nascentes

Por que é importante identificar uma nascente?

É importante que cada morador, escola, comunidade, associações, instituições e empresas possam conhecer onde estão as nascentes mais próximas, para assim priorizar o cuidado desse bem comum, um bem de todos. 

 

​Desvendando os caminhos das águas!

  • Você sabe se existem nascentes onde você mora?

  • Sabe o nome dos rios e córregos que passam pela sua cidade?

  • O que a água significa para você?

  • Pense qual o sentimento que a água desperta em você.

  • Se você fosse um rio, o que falaria para a comunidade?

  • O que você tem feito para proteger as nascentes?

  • Qual a importância das comunidades ribeirinhas para a preservação das nascentes?

  • Você sabe onde (cidade ou campo) está a nascente mais próxima da sua casa, da sua escola ou do seu trabalho?

  • Não é fácil proteger uma nascente sozinho, pois é um bem comum. Que tal levar essa reflexão para sua comunidade: casa, escola ou trabalho? Juntos podem fazer a diferença.

Baixar Cartilha: